segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Já tenho casa!!!

Eu bem digo... O antes do estágio está a ser uma saga!
No dia 23 deste mês lá rumei eu com os meus pais e a minha avozita até Aveiro e lá nos encontrámos com a Vânia e o Nuno (o namorado dela) para alugarmos, de preferência um apartamento para as duas.
A nossa primeira paragem: a Escola secundária Mário Sacramento!
Fomos bem recebidas, o sr. que nos recepcionou disse que íamos gostar, e eu espero bem que sim! Depois foi chamar uma colega que poderia conhecer alguém que nos arrendasse um apartamento. Ela até conhecia, mas arrendava quartos e perto da Universidade de Aveiro, longe para nós.
Segunda paragem: o Bairro do Liceu, logo frente à escola,
porque as pastelarias têm dossiês com os papéis do "aluguer" de casas, apartamentos, quartos...
Ligar, ligar, ligar para ver o que ainda estava disponível.
Terceira paragem/Primeiro telefonema: um T1 no Bairro do Liceu, parecia bom
A sr.a não estava em Aveiro mas estava já a caminho porque a agencia imobiliária ia lá mostrar o apartamento a um casal e ela tinha ainda de colocar cortinados e acabar de mobilar a sala porque quem lá tinha estado antes tinha pedido para tirar algumas das mobilias que lá havia. 30 minutos depois do primeiro telefonema, lá liguei eu a perguntar se já estava em Aveiro e se já podíamos ir ver o apartamento. Já estava, e já tinha alguns cortinados colocados. Vimos o T1 e ouvimos a converseta, mal conversada dela, o marido nem palavra. Dizia ela que tinha tudo arranjado, a alcatifa do quarto até a tinha trazido de França. O quarto tinha duas camas indivíduais, os cortinados eram estilo reposteiros, já podem imaginar?! Muito provavelmente mais uns que foram para França em busca de melhores condições, trabalhando em algum hotel que quando fez reforma "deitou fora" algumas coisas e eles aproveitaram para no nosso país se gabarem que mde Paris, mais precisamente. Não gostei nada da "pinta" da sr.a! Ela é que nem sonhou que nós somos, ou melhor, gostavamos de ser professoras de francês. Perguntou se já tinhamos visto outros apartamentos e aconselhou a ver, com a desculpa de que mora um engenheiro no prédio e que já houve confusão com estudantes. Ou seja, a dizer que não alugava o apartamento a nós!
Vários outros telefonemas: alguns apartamentos já augados, outros não atenderam, outros não nos podiam mostrar naquele dia.
Eu prevenida: tinha pesquisado na net e descobri um T1 que me agradou.
Liguei para o sr.x, mais um professor, que foi super simpático. Ele não estava em Aveiro, mas tinha o apartamento alugado e ía ligar para o casal para saber se podíamos ir lá ver. De seguida ligou-me a dizer que eles só estariam em casa daí a 30/40 minutos. Fomos lanchar. 45minutos depois liguei porque estava a ficar tarde e o sr.x não podia fazer nada. Tinhamos de nos render ao apartamento da "sr.a de Paris", porque não tinhamos conseguido ver mais nenhum... Liguei e ela ainda não tinha arrendado, mas tinha de falar com o marido, disse-me para ligar 5 minutos depois. Lá liguei... grande conversa, desconfiou até dos meus pais, vejam só. Eu disse que precisava de um sim ou de um não, até hoje estou à espera, disse que me ligava depois das 20h a dar uma resposta. Estávamos a entrar para os carros toca o tlm, era o sr.x a perguntar se ainda estavamos em Aveiro. Por sorte ainda estávamos. Fomos visitar o apartamento e arrendámos.
Agora Domingo, dia 2, lá vamos nós de malas "aviadas" para Aveiro.
Estes são os últimos acontecimentos e novidades.
Até uma próxima.
Carpe Diem

1 comentário:

Maria Lemos disse...

Revejo-me num cenário identico quando fui com a minha filha procurar apartamento no Alentejo, além de desagradável e de um baixo nível incrível o desplante das pessoas sinceramente põe-me doida!Começo a achar que essa gente, embora exista excepções felizmente, formam um CLÃ que lêem quase todos a mesma cartilha...e acham-se os maiores quando na grande maioria das vezes começam logo por avisar via telefone que não passam recibo, não acho normal...e desrespeito a falta de educação enfim...um monte de coisas reles!
Embora refiro que há excepções são é pouquissimas infelizmente!
Este assunto irrita-me de tal maneira que fico por aqui...
Adorei este blog, muito mesmo!
Vou colocar o link no meu para vir aqui sempre e vou dá-lo á minha filha , que também tem um blog, para a visitar(vai-se habituando...)
Beijinhos